Justiça realiza audiência de caso de motorista embriagado que matou mulher em acidente com carro de luxo

Acidente ocorreu em setembro de 2022, na SP-75, em Sorocaba (SP). Motorista do carro de luxo fez o teste de bafômetro, que apontou álcool no organismo; ele responde em liberdade e deve ser ouvido nesta segunda (30).

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) realiza, nesta segunda-feira (30), às 14h, uma nova audiência virtual do caso do motorista acusado de dirigir embriagado e provocar um acidente que matou uma mulher na Rodovia Senador José Ermírio de Moraes, a Castelinho, em Sorocaba (SP), no ano passado.

Segundo apurado pelo g1, o réu Antonio Vichi Neto deve ser ouvido nesta audiência. Além disso, haverá a oitiva de mais uma testemunha de defesa. Em agosto deste ano, a primeira audiência virtual do caso ouviu três testemunhas de acusação, duas do juízo e quatro de defesa.

O acidente aconteceu no dia 4 de setembro de 2022, no quilômetro 4 da rodovia. O carro dirigido por Adriane Maria Gallão, de 50 anos, foi atingido por um veículo de luxo em alta velocidade.

De acordo com o boletim de ocorrência, o motorista que provocou o acidente, Antonio Vichi Neto, passou pelo teste do bafômetro, que apontou a concentração de 0,49 mg/L de álcool no organismo dele. O homem foi detido, mas liberado para responder por homicídio culposo em liberdade.

Segundo o BO, Antonio também estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa.

Conforme a Polícia Civil, o motorista não foi autuado em flagrante porque prestou socorro à vítima e agiu “adequadamente” durante a ocorrência.

Além disso, consta no registro policial que ele não possuía antecedentes criminais e concordou em fornecer amostra de sangue para exame de dosagem alcoólica.

Adriane ficou dez dias internada no Hospital Regional de Sorocaba e não resistiu aos ferimentos. Com o impacto da batida, o carro dela capotou e ficou destruído. O acidente ocorreu no momento em que ela voltava da igreja.

O Diário Regional

Learn More →

Deixe um comentário